Publicado em quinta-feira, 24 de outubro de 2013 às 20:00

PT comemora Ibope e PSDB fala em mudar estratégia

O PT comemorou o resultado da pesquisa do Ibope, afirmando que a sociedade brasileira quer a reeleição da presidente Dilma Rousseff. Para o PSB, o governador Eduardo Campos foi o único pré-candidato a crescer 150%. Já o PSDB afirmou que é preciso mudar a estratégia de campanha para forçar o segundo turno na eleição presidencial do ano que vem, visto que a ex-senadora Marina Silva está fora da disputa.

Essas foram as reações dos partidos diretamente envolvidos na pré-campanha, que teve início no final do ano passado, primeiro com o lançamento do nome do senador tucano Aécio Neves (MG) à Presidência pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e depois com a proposta da reeleição de Dilma Rousseff pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em fevereiro deste ano. De acordo com a pesquisa do Ibope, Dilma venceria em primeiro turno, em qualquer cenário.

"A pesquisa comprovou que a sociedade quer a reeleição da presidente Dilma Rousseff", disse o deputado Paulo Teixeira (PT-SP), ex-líder do partido e candidato a presidente da legenda. "Acho que a presidente Dilma demonstrou a solidez do governo e a capacidade de diálogo, visto que deu resposta imediata às manifestações de junho", acrescentou ele.

Paulo Teixeira disse que a estabilidade da presidente nas pesquisas, ficando entre 30% e 41% desde junho só reforça a ideia de que o governo dela tem estrutura capaz de resistir às crises políticas, como a das manifestações de rua de junho. "É um governo aprovado pelo povo brasileiro. E o governo dela é o que o povo quer", acrescentou o deputado.

Oposição

O líder do PSB na Câmara, deputado Beto Albuquerque (RS), afirmou que o resultado da pesquisa Ibope só anima o partido a trabalhar mais. Segundo ele, Dilma alcançou o teto e não deverá ultrapassar a casa dos 40%, 41%, enquanto Eduardo Campos cresceu 150%. "Na última pesquisa nosso pré-candidato tinha 4%. Agora está com 10%. Fomos os únicos a crescer 150%", disse ele. "Isso demonstra o acerto da aliança que fizemos com Marina Silva".

'Para Beto Albuquerque, o crescimento de Eduardo Campos, o estacionamento de Dilma em torno de 40% e o pouco rendimento de Aécio Neves, que ficou em 14%, só vem reforçar a ideia de que a sociedade se cansou da polarização da disputa em torno do PT/PSDB. "Nós somos o novo. Nossa candidatura terá uma caminhada muito forte. Tudo demonstra que a aliança com Marina foi o caminho certo".

Já o senador tucano Alvaro Dias (PR) falou que o resultado da pesquisa Ibope confirmou previsão que fez logo que Marina Silva aderiu a Eduardo Campos. "Foi uma péssima estratégia para a oposição. Com ela, tínhamos a garantia do segundo turno. Com a saída dela, perdemos uma candidatura competitiva. Vamos ter de reavaliar nossa estratégia de luta contra o governo do PT", disse ele.



Veja Também

Tags

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Revista Playboy Revista Sexy Palmeiras Corinthians São Paulo Santos Santo André São Bernardo São Caetano Diadema Ribeirão Pires Mauá Rio Grande da Serra Grande ABC Ronan Maria Pinto

Action 'Detalhe :: Index', Execute: 0,035s, Render: 0,049s.